Remineralizadores: o que são e qual sua importância.

O uso de rochas na agricultura como matéria-prima mineral é um processo antigo, e a aplicação das rochas moídas ao solo, com o objetivo de manejar a fertilidade ou condicionar o solo é conhecida como rochagem. A utilização do calcário e a fosfato natural reativo já eram atividades mais conhecidas da rochagem.

Princípio do uso dos remineralizadores.

No Brasil o termo remineralizador foi instituído em 2013, com a sanção da Lei 12.890, que definiu como “o material de origem mineral que tenha sofrido apenas redução e classificação de tamanho por processos mecânicos e que altere os índices de fertilidade do solo por meio da adição de macro e micronutrientes para as plantas.

Regulamentação (Normatização dos remineralizadores)

O Brasil é um dos países que possui maior produção e consumo de remineralizadores. Atualmente existem cerca de 30 produtos classificados como remineralizadores de solo registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Agricultura Regenerativa

Agricultura regenerativa consiste em um conjunto de práticas que promove a regeneração do solo, aumentando a biodiversidade, conservando recursos hídricos e contribui para a agricultura de baixa emissão de carbono.

Estrutura do Solo

A estrutura do solo é uma propriedade física do solo que expressa como as partículas primárias do solo se ligam entre si com outras partículas como matéria orgânica, óxidos de ferro e alumínio, carbonatos, sílica, dando origem aos agregados do solo.

Alúminio presente no remineralizador

Os remineralizadores são insumos para a agricultura produzidos a partir de rochas silicáticas moídas, que possuem capacidade de modificar as características físicas e quimicas do solo, melhorando a fertilidade e qualidade do mesmo.

Mitos e verdades da perda ao fogo

O ensaio de perda ao fogo (PF, ou “loss on ignition” em inglês) é um dos métodos utilizados para determinar a porcentagem dos voláteis estruturais (carbonatos, hidróxidos, compostos de enxofre e silicatos hidratados) e da matéria orgânica presente em rochas.

Funções do Silício na Agricultura Atual

O silício é um elemento químico presente em abundância na crosta terrestre, fazendo parte da estrutura básica dos agrominerais silicáticos e dos argilominerais presente no solo. Embora não seja considerado um nutriente essencial para as plantas, sua presença tem sido associada ao aumento da resistência contra doenças, pragas e estresse hídrico.

Retenção de carbono pelos remineralidores

A ligação entre as alterações ambientais globais e a circulação do carbono é um tema de profundo interesse mundial. Essa relação é especialmente notável nas regiões tropicais, onde as transformações no uso da terra têm sido aceleradas nas últimas décadas. Assim, há uma necessidade de pesquisas voltadas às camadas superficiais e orgânicos do solo.

Uso do remineralizador como insumo na agricultura orgânica

A obtenção de alimentos saudáveis, ricos em nutrientes e com benefícios funcionais, requer, de maneira indispensável, a aplicação de boas práticas na agricultura. Essas práticas se fundamentam em abordagens biológicas, como a geração de cobertura vegetal proveniente de diversas espécies de plantas e a alternância de culturas.

Minerais Neoformados (Novas Fases Minerais)

Os remineralizadores de solos são formados por minerais de rochas silicáticas ricas em bases. A solubilização destes insumos em solos agrícolas imita o processo natural de formação de solo, onde o mineral primário é transformado em novas fases minerais por meio do processo de intemperismo químico e biológico.

FIQUE CONECTADO

CONTATO

(54) 3361-3307

PRIVACIDADE